Ángela Morgan

Belíssima ilustração do meu cabeçalho é da ilustradora - Ángela Morgan

sábado, 9 de junho de 2012

“ É a diversidade de flores que dá a beleza a um jardim.”


A diferença pede licença

A sociedade é um imenso mercado, onde muito cedo as pessoas são etiquetadas e colocadas em algum lugar, sem escolha possível. O bonito, o feio, o desajeitado, o inteligente, o atrasado, o grande, o pequeno, o normal, o anormal...
E julga-se, sem piedade, os fracos, os fortes, os vencedores, os perdedores, os sãos, os doentes.

Chama-se de diferente aquele que não está na mesma linha de normalidade que a maioria do ser humano. Mas, o que é ser diferente senão o fato de não ser igual? Não somos assim, todos diferentes?

Por que etiquetas, se todos trazemos em nós riquezas inúmeras, mesmo se muitas vezes imperceptíveis aos olhos humanos?

A diferença pede licença sim!!!
Dá-me oportunidade!

Deixa-me mostrar quem sou, ao meu tempo! Deixa-me desenvolver  minhas capacidades e farei florir meu deserto.

Peço é oportunidade para mostrar do que sou capaz. Peço aceitação para estar no meu lugar, não o escolhido pra mim, mas aquele onde sou capaz de chegar.
Se não plantamos sementes, jamais colheremos frutos!

Deixar que cada qual desenvolva a seu tempo e seu ritmo o seu potencial é dar abertura ao mundo. É a diversidade de flores que dá a beleza a um jardim.

Quem é normal e quem é anormal se o sangue corre da mesma forma para todos, se o coração bate da mesma forma, se as lágrimas têm a mesma cor e se o sorriso fala com as mesmas palavras?

A diferença pede aceitação, pede respeito, pede tolerância e pede, sobretudo, muito amor.

Anormal não é quem foge dos padrões sociais; anormal é quem não compreende e não aceita que somos todos seres imperfeitos, mas, nem por isso, diminuídos aos olhos de Deus; anormal é quem se acredita grande e pensa que o mundo todo é pequeno; é quem não percebeu o verdadeiro significado da palavra amar.

Quando Jesus morreu de braços abertos foi para abraçar toda a humanidade; quando perdôou o ladrão, lavou pés, sarou cegos e leprosos, foi para nos dar a lição da humildade, para nos mostrar que grande mesmo é aquela pessoa capaz de abrir todas as portas do seu coração e de olhos fechados receber com amor todo aquele que a vida coloca no nosso caminho, independente da sua classe social, raça, religião, condição física ou mental.

A diferença pede licença!...
Abra-lhe o caminho e você vai ver onde ela é capaz de chegar!

Letícia Thompson

Amara Mourige

8 comentários:

  1. Adoro os textos da Letícia e nesse ele foi muito feliz igualmente. Lindo! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Mara este post é realmente verdadeiro,as pessoas que acham que
    as diferenças sociais físicas,humanas são anormais ,vai ver elas que na verdade são anormais,beijos!!!

    ResponderExcluir
  3. Olá amiga que texto ótimos, realmente somos etiquetados, achei muito interessante as colocações que a autora faz, de fato são as diferenças que promovem aprendizados e nos enriquecem! Muito bom texto! Bjooos

    ResponderExcluir
  4. Nossa Amara, precisamos compartilhar no FB. Posso? que grandiosidade de texto...
    Sabe que descobri o FB, há pouco tempo, percebeu? achava-o tão fútil, tão vazio. Mas agora percebi que é voce quem faz... Tem tanta gente lá, amigos, familiares que nunca entram no meu blog, então, se Maomé não vai à montanha...

    Textos tão valorosos assim temos que compartilhar...
    Obrigada pela chance de encontrá-lo aqui...
    eijos e um lindo dia!!!

    ResponderExcluir
  5. Olá amiga. Eu adoro esse texto e tudo que vem de Letícia Thompson. Beijos e flores para você.

    ResponderExcluir
  6. "A diferença pede licença sim!!!"
    Muito bom texto.
    Abrazo gramde.

    ResponderExcluir
  7. Boa noite amiga ! Vim trazer meu carinho e te desejar uma ótima semana .Fica na paz


    Quando tudo nos parece dar errado, acontecem coisas boas, que não teriam acontecido, se tudo tivesse dado certo.

    Frase de Renato Russo

    ResponderExcluir
  8. Olá Amara,
    Agradeço por compartilhar conosco essa "Pérola" da LT.
    É tão bom, refletirmos sobre nossos valores e abrir os olhos para visualizarmos melhor a vida...
    Somos todos filhos de Deus, com nossas limitações, não é mesmo??
    Abração carinhoso para você,
    Regina Coeli

    ResponderExcluir