Ángela Morgan

Belíssima ilustração do meu cabeçalho é da ilustradora - Ángela Morgan

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Blogagem Coletiva: Possibilidades para inclusão de portadores de necessidades especiais!


                     INCLUSÂO ESCOLAR
A inclusão escolar , teve uma grande mudança mas ainda falta muito para ser o ideal!
Vem  sendo defendido mundialmente por pessoas com deficiências e seus familiares
os seus direitos na sociedade.
Mas para que o processo de inclusão escolar , dar certo é preciso que haja uma transformação no sistema de ensino.



 Meu neto Pedro tem 4 anos , nasceu com uma lesão que comprometeu a parte motora, ele não anda mas tem um bom congnitivo .É um menino alegre tem facilidade para aprender , sabe ler algumas palavras é muito inteligente,adora computador!
Faz fisioterapia,equoterapia ,mas ainda não está na escola!

Minha filha está desde  junho de 2010 na luta para conseguir uma vaga na  escola .
A  resposta  são sempre as mesmas  não estamos  preparados   para atender   crianças portadoras de deficiências , ou  não temos vaga .
O que   senti  foi  uma falta enorme de interesse dos educadores  quando se fala, em trabalhar com crianças portadoras de deficiência...

Eu compreendo, as escolas  não estão preparadas para receber  crianças com dificuldades!
 As poucas escolas  que aceitam crianças portadoras de deficiências não são adaptadas ,não tem rampas para cadeiras de rodas e mais outras dificuldades que não facilitam a vida dos portadores de deficiências

Seria  necessário  algumas  mudanças  para que todas as crianças com deficiência  tenham o direito garantido de freguentar  uma escola.

O  governo deveria  exigir que  as escolas  se preparassem para atender  o aluno especial... essa mudança , vai  ser   fundamental  para  a  inclusão escolar dar certo.

É ...mas quando meu neto vai começar  a   freguentar  a escola??
Ontem tivemos uma notícia boa, 2 escolas garantiram  vaga...


DIFERENTE MAS NÃO INCAPAZ



A Incapacidade da alma ,que se trás no espírito ,essa sim, é muito mais deficiênte que não se vê mas que se sente ao pensar que uma pessoa portadora de alguma deficiência física,deva ficar apática ,digna de pena.

   ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

  Art.53 “ A criança e o adolescente têm  direito à educação .visando ao pleno desenvolvimento de sua pessoa ... assegurando–se-lhes igualdade de condições para o acesso e permanência na escola

No Brasil, a Lei de Diretrizes e Bases em 1996, refere-se sobre estar "preferencialmente" incluída, mas também haverá quando necessários serviços de apoio especializado na escola regular para atender as peculiaridades e que o atendimento educacional será feito em classes, escolas ou serviços especializados, sempre que em função das condições específicas do aluno não for possível sua integração nas classes comuns do ensino regular.
Com a Resolução n.2/2001 que instituiu as Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica, houve um avanço na perspectiva da universalização e atenção à diversidade, na educação brasileira,com a seguinte recomendação: Os sistemas de ensino devem matricular todos os alunos,cabendo às escolas organizar-se para o atendimento aos educandos com necessidades educacionais especiais, assegurando as condições necessárias para a educação de qualidade para todos. No entanto a realidade desse processo INCLUSIVO é bem diferente do que se propõe na legislação e requer muitas discussões relativas ao tema.



Trecho: da Oração da Criança Diferente
Bem aventurados os que me aceitam e me amam como sou, tão somente como sou,
e não como muitos gostariam que eu fosse.

Amara Mourige

5 comentários:

  1. Olá, querida Amara
    Que lindo o trecho da oração do "diferente"...
    Só Jesus inspira tanta delicadeza aos homens!!!
    Bjs de inclusão.

    ResponderExcluir
  2. Pois é, seu neto tem direito a educação de qualidade, não é um favor oferecer uma vaga a ele é uma obrigação!!! Que bom que esse ano ele vai estudar, fico na torcida para que tudo vá bem e ele continue crescendo e se desenvolvendo, afinal diferente não é incapaz mesmoooo!!!

    Obrigada por sua participação!!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Amara.
    Sua filha sempre pagou impostos, seu filho é um cidadão brasileiro, ele não pode ficar de maneira alguma sem educação. Toda escola já deveria estar preparada para receber a criança com deficiência. é triste ver que justamente os educadores (que deveriam dar exemplo) tem essa postura blasé, pouco se lixando pros outros... é mta pobreza de espírito.
    Que bom que conseguiram vaga!

    nunca desanime nem se deixe dominar pela ignorância do mundo. esse menino vai longe, vai ser um ser humano maravilhoso, vai superar esse entrave da vida.

    bjs e bom domingo, mto obrigado sempre

    ResponderExcluir
  4. Amara, eu posso dizer que tive muita sorte com escola. Comecei em época e classe normal, mas isso porque minha doença estava em fase que não me atrapalhava, ou seja, eu conseguia fazer tudo, apenas em educação física que fui dispensada. Piorei muito foi quando já estava terminando o 1º Grau. O 2º fiz pela associação que tem "convênio" com uma escola para adultos aqui da cidade. Assim pude terminar o 2º Grau, senão não terminaria. Mas sei de PDF's que estavam fazendo até ensino superior!
    Pela associação se consegue muita coisa, pois tem assistência social, advogado, enfim, se põe a boca no mundo. Por isso, Amara, associe seu neto em alguma instituição assim, lá eles fazem reuniões, amizades, e se informam dos próprios direitos! E a associação auxilia a conseguir o que a pessoa com deficiência precisa, encaminha, etc.

    Beijo na alma, querida!

    ResponderExcluir
  5. Oi amiga!
    Que sociedade essa que não está preparada para oferecer os direitos mais básicos aos seus cidadãos, ás suas crianças...
    Ainda bem que ele já vai poder ir á escola!
    Tudo de bom pra vc!
    Abraço

    ResponderExcluir