Ángela Morgan

Belíssima ilustração do meu cabeçalho é da ilustradora - Ángela Morgan

terça-feira, 16 de setembro de 2014

"Cheiro de quintal lá da infância da gente."

"São saudades de um mundo que tem cheiro de quintal lá da infância da gente. Que é macio para todos os seres que nem lençol recém trocado. Que tem o timbre de voz amada quando toca o nosso ouvido.
 Um mundo bacana onde as pessoas têm clima de passeio. Onde não existem armas, visíveis ou não.

 Onde a gente vive com o sentimento de estar brincando de roda uns com os outros: se um leva um tombo reflete na roda inteira. São saudades de um mundo contente feito céu estrelado. Feito flor abraçada por borboleta. 
 Feito café da tarde com bolinho de chuva. Onde a gente se sente tranquilo como se descansasse num cafuné. Onde, em vez de nos orgulharmos por carregar tanto peso, a gente se orgulha por ser capaz de viver com mais leveza.

Um mundo onde as pessoas confiam umas nas outras, não pode ser de outro jeito se estamos em família na humanidade. Um mundo onde a culpa deixou de ser uma desculpa para não sermos felizes. São saudades de um mundo onde o respeito não tem cheiro de mofo: todos somos iguais e todos somos diferentes e isso é claro, natural e indiscutível."
(Ana Jácomo)

Amara Mourige

16 comentários:

  1. Olá bom dia, linda poesia tem o dom de transporta-nos para outros tempos.
    Bjinhos ♥
    http://sarranheira.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Que beleza. Lindo, doce texto que faz imaginar e voltar a um mundo tão legal e bem melhor que hoje... bjs, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Ahhh Amara, que beleza! Parece que estava descrevendo momentos da minha infância. A risada ao cair na roda, o bolinho de chuva com café da tarde... quantas lembranças, quanta humanidade e respeito.
    Saudade!
    Amei o texto!

    Abração e lindo dia.

    ResponderExcluir
  4. Maravilhoso!!!

    Eu tenho sdd da minha infância, de ver as crianças brincando.
    Pequenos momentos, grandes lembranças.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. Olá Amara, que texto lindo!
    Saudades desses tempos, do cheiro da chuva, da terra molhada de tantas coisas diferentes dos dias de hoje.
    É muito bom de vez em quando olharmos o tempo em que fomos meninas,))!
    Um beijinho.
    Ailime

    ResponderExcluir
  6. Detalhes que enfeitam a vida e nos fazem tão bem!
    Éramos felizes e nem sempre sabíamos ! rs
    Gosto dessa nostalgia sem ranço de tristeza,
    abraços Amara

    ResponderExcluir
  7. Que lindo e meigo ,Amara..me bateu uma nostalgia...q saudades
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Eu já vivi neste mundo de confiar nas pessoas de bolinho de chuva e café , mas pena que tudo passa , um belo poema para dar saudade das coisas boas que passaram.
    beijinhos e boa semana.
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oi Amara,
    Eu vivi esse tempo, hoje vivo num inferno que faz seis meses que não chove, o calor queima a pele, não existe primavera e inverno.
    Ainda bem que vivi esse tempo, onde ia para as campinas conversar com as planta e com os passarinhos.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  10. Querida amiga

    Às vezes as palavras
    se escondem em nossas vidas.
    Então,
    saímos em busca de inspiração
    nos lugares onde a amizade
    se faz preciosa,
    (lugares como este)
    pois são os amigos
    que guardam as melhores
    palavras de nossa vida,
    para nos devolver e inspirar
    quando estivermos distantes
    de nós mesmos...

    Obrigado por sua generosa amizade...

    ResponderExcluir
  11. Oi Amara :)
    Que saudade da minha infância,
    bons tempos...
    Achei lindo o texto de Ana Jácomo.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Que deliciosa lembrança nesse texto que escolheu! Eu adorei! bjs,

    ResponderExcluir
  13. Que sonho!!

    Só um coração de criança para viver intensamente o momento.

    beijinhos, querida, tenha um lindo dia,

    Lígia e =^.^=

    ResponderExcluir
  14. Oi, Amara!
    O mundo está tão pesado! Tanto carro, tanta gente, tantos prédios, tanta discussão, tanta violência, tanta razão e tão sem leveza, sem coração!
    Me lembrei de um trecho de uma entrevista da Adélia Prado no programa "Roda Viva" em que ela fala do momento político no Brasil. Sei lá, não vou trazer para cá para não "sujar" uma postagem tão perfeita. Se quiser ouvir, me diga!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  15. Olá Amara! Que lindo post! Conheci seu blog lá no blog da Chica, aliás seus céus estão lindos lá, parabéns!
    Bjins mil

    http://simplesmentelilly.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Amara. lindo e doce seu poster. Nos fala dos tempos gostosos de nossa infância.
    Um bom final de semana. bjs

    ResponderExcluir